Cidade, Entretenimento, Música

Shows do São João de Natal acontecem nesta segunda (24)

 

O São João de Natal retorna nesta segunda-feira (24) com shows de Pedro & Erick, Rodrigo Alves, Aline Reis e Banda Grafith. O evento ocorre na Praça Cívica, a partir das 18h. A entrada é gratuita.

Os shows estavam previstos para o último sábado (22), mas devido às fortes chuvas as apresentações foram adiadas após vistorias da Defesa Civil e Corpo de Bombeiros para garantir a segurança do público e artistas.

Além das tradicionais opções gastronômicas, haverá área PCD e ainda um telão LED mostrando parte do jogo de Brasil x Costa Rica, pela Copa América (22h), além de Dj nos intervalos da troca de palco.

PROGRAMAÇÃO

  • Pedro e Erick
  • Rodrigo Alves
  • Aline Reis
  • Banda Grafith
Entretenimento

Tradicional Brincadeira do Pau de Sebo será atração do comércio do Alecrim neste sábado

Foto: Canindé Soares/Fecomércio-RN

Mantendo viva uma tradição que já leva mais de 30 anos, amanhã (22), a partir das 10h, no cruzamento da Avenida Presidente Bandeiras com a Rua dos Caicós, no Alecrim, será realizada a tradicional brincadeira do Pau de Sebo. Iniciativa da loja de fogos de artifícios “Bazar São Paulo”, nesta edição, a programação conta com apoio da Associação dos Empresários do Bairro do Alecrim (AEBA) e do Sistema Fecomércio RN, Sesc e Senac.

Além de chamar atenção da população e movimentar o comércio, a ação visa manter viva a prática, que embora ainda seja comum no interior, tem se perdido na capital potiguar. O desafio consiste em subir em um mastro de madeira com sete metros de altura, besuntado de gordura, com o intuito de alcançar o prêmio em dinheiro, no valor de R$ 400,00 (quatrocentos reais).

Toda a brincadeira será acompanhada por música e dança pelo “Quinteto do Forró”, intervenção artística que integra a grade de ações do São João do Comércio 2024, projeto do Sistema Fecomércio RN que tem movimentado as ruas do Alecrim e da Cidade Alta desde o dia 07 de junho.

Sobre o São João do Comércio

De 7 de junho a 14 de julho, o Sistema Comércio RN promove a 1ª edição do São João do Comércio – ação que faz parte da campanha Compre de Quem Tá Perto. Em maio, foram realizadas capacitações gratuitas para os microempreendedores que atuarão durante o período das festas juninas e, em junho e julho, uma vasta programação cultural acontece com o objetivo de impulsionar o comércio de rua nos bairros do Alecrim e Cidade Alta.

Estão ocorrendo intervenções artísticas com o Quinteto do Forro – trio de sanfona, triângulo e zabumba, acompanhado de casal junino. A programação também contará com Carro do Forró, levando gratuitamente os consumidores entre os dois bairros ao som de DJ, e, entre os dias 12 e 14 de julho, shows na Praça Pedro Velho, com Luan Estilizado, Giannini Alencar, Fabinho Miranda, e o Arraiá da dupla Bisteca e Buchechinha.

Confira a programação completa em www.saojoaodocomercio.com.

Deu na Tribuna do Norte

Cultura, Entretenimento, Música

Fest Bossa & Jazz celebra 15 anos com realização da sua 30ª edição que acontece na Praia da Pipa em agosto

 

Para coroar esta história de sucesso, com o recém reconhecimento como Patrimônio Cultural, Turístico Imaterial do Estado do Rio Grande do Norte, através da Lei 11.706 de 10/04/2024, o Fest Bossa & Jazz, após o anúncio oficial da 30ª edição marcada de 15 a 18 de agosto, agora inicia uma série de ações digitais e físicas de divulgação da sua edição no encantador refúgio que é a Pipa, em Tibau do Sul/RN.

Entre as ações, estão: a reforma da grande guitarra de oito metros (8m) de altura e símbolo do Festival, localizada ao lado do pórtico de acesso à Praia da Pipa e, a instalação de uma série de sinalizações anunciando as datas para todos os turistas e moradores desse que é um dos principais destinos turísticos do RN e do Nordeste.

O Festival mantém seu formato democrático e inclusivo e vai oferecer uma programação linda permeada por quatro dias de apresentações musicais de artistas e grupos locais, regionais, nacionais e internacionais, de forma totalmente gratuita, em polos diurnos e noturnos distribuídos entre a Praia do Centro e a Av. Baía dos Golfinhos. Em breve a produção dará início a divulgação de mais detalhes dos polos e as primeiras atrações confirmadas.

Um evento renomado com legados importantes nos âmbitos econômico, cultural e social. O Festival segue transformando pessoas e lugares por onde passa. Anualmente, oficinas sociais e culturais abraçam alunos da rede pública de ensino, ofertando palestras de conscientização socioambiental e, também, de iniciação musical. Nesses 15 anos de história, *mais de 20 mil crianças já participaram das oficinas*. Na 30ª edição, estas atividades vão acontecer no Santuário Ecológico da Pipa e em escolas públicas do local.

Estão confirmadas também as Jam Sessions, tão conhecidas pelo público do evento. Elas são responsáveis por encontros inéditos, vibrantes e até inesperados, entre músicos participantes e o público, em bares e restaurantes parceiros, sempre ao final dos shows nos polos. Será mais uma edição para ficar na história e nos corações dos amantes do Fest. Fique por dentro e não perca nenhuma novidade, siga o perfil oficial do Fest Bossa & Jazz no Instagram em @festbossajazz.

O Fest Bossa & Jazz Pipa 2024 é realizado por Juçara Figueiredo Produções com patrocínio de Ster Bom através do Programa Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura do Governo do Rio Grande do Norte, da Prefeitura Municipal de Tibau do Sul e com apoios de Emprotur, Secretaria de Turismo de Tibau do Sul, Preserve Pipa, Luck Receptivo e Michelle Tour.


Sobre o Fest Bossa & Jazz – 15 anos

A primeira edição do Fest Bossa & Jazz aconteceu em 2010 em Natal/RN e seu contínuo crescimento fez com que este se tornasse um dos mais importantes eventos dentro do calendário cultural anual do Rio Grande do Norte. Ultrapassando as fronteiras da cidade de Natal, a partir de 2011, o Festival passou a acontecer também na paradisíaca Praia da Pipa. Visando ampliar ainda mais o público e atingir outros municípios com apelo turístico no RN, em 2015, o Fest Bossa & Jazz tornou-se um Circuito chegando até São Miguel do Gostoso e no ano seguinte até Mossoró.

Com acesso totalmente gratuito e sempre fiel à proposta de promover o intercâmbio entre nomes consagrados e novos expoentes da música, o Fest Bossa & Jazz tem como principal objetivo divulgar e fortalecer o trabalho de artistas da música instrumental, da Bossa Nova, do Jazz e do Blues, bem como assumir a responsabilidade social de estender suas ações para além dos palcos. Na parte diurna do evento são oferecidas palestras, oficinas sócio ambientais, para crianças e jovens estudantes da rede pública, também são ministrados workshops para músicos. Com tudo isso incluindo o RN no circuito dos grandes festivais do Brasil.

Foram 29 edições realizadas desde 2010 com um público de mais de 500 mil pessoas e mais de 350 atrações musicais locais, regionais, nacionais e internacionais em _lineups_ que contemplam estilos como Jazz, Blues, Soul, Choro, Bossa Nova e a Música Instrumental agradando aos gostos mais diversos e contribuindo para o enriquecimento cultural da população, ao mesmo tempo que movimenta a economia local de cada cidade e região visitada pelo evento.

O Fest Bossa & Jazz é uma festa completa para público, artistas, empresários, educadores e gestores públicos!

Arte, Entretenimento, Música

Em Natal, Zeze Polessa apresenta peça NARA, solo inédito de Miguel Falabella, em homenagem à cantora Nara Leão

Natal está entre as capitais brasileiras que receberão no próximo mês de julho o espetáculo Nara, com oferecimento do Ministério da Cultura e patrocínio exclusivo da Petrobras.

A atriz Zeze Polessa apresenta a peça, com autoria e direção de Miguel Falabella. Nara será apresentada no período de 04 a 07 de julho, no Teatro Alberto Maranhão.

Nara Leão (1942-1989) é um nome incontornável para se entender a música, a cultura e a sociedade brasileira dos anos 60, 70 e 80. Suas atitudes pioneiras e revolucionárias se refletem em um repertório absolutamente singular e marcam uma trajetória que reverbera mesmo após três décadas e meia de sua partida. ‘Nara’, é fruto do arrebatamento causado pela cantora em Zeze Polessa, que partilhou o desejo de revivê-la nos palcos tendo ao seu lado, na autoria e direção do espetáculo, o amigo Miguel Falabella, parceiro em uma série de projetos teatrais desde 1979.
Zeze Polessa cresceu ouvindo e acompanhando a carreira de Nara através dos discos e os muitos sucessos tocados nas rádios. Durante a pandemia, ela começou a ler uma biografia da cantora e – a partir de então – enfileirou uma série de entrevistas e livros sobre o período, quando, intuitivamente, começou ali a fazer uma pesquisa daquela que seria a sua próxima personagem.
Ao falar sobre a vontade de interpretar Nara, em uma conversa informal com Miguel Falabella, ele na mesma hora avisou que criaria o texto do espetáculo e, após uma semana juntos, ainda no período pandêmico, a primeira versão da obra começava a ganhar forma.

Momentos e canções

No espetáculo, Nara aparece como se estivesse vindo de algum lugar do futuro – ou do passado – para compartilhar com o público algumas lembranças e reflexões. Através de um grande fluxo de consciência, o texto relembra momentos e canções da cantora sem preocupação com cronologias, datas ou qualquer outra formalidade, bem no estilo Nara, uma intérprete que sempre foi ‘fora da caixa’, quando esta expressão nem era tão usada assim.

‘Logo no início, ela mesmo diz que está de volta graças ao privilégio do teatro. Quando eu tive vontade de fazer a Nara, falei com Miguel que sabia não ter mais a idade dela, mas ele logo disse que isso não tinha a menor importância. Eu não procuro imitar o seu jeito de falar ou cantar, existe uma liberdade em todo este processo, não poderia ser diferente com alguém que sempre foi tão livre’, reflete Zeze, que interpreta ao vivo alguns dos muitos sucessos da intérprete, como ‘A Banda’, ‘Corcovado’, ‘Marcha da Quarta-feira de Cinzas’, entre outros.

Com direção musical de Josimar Carneiro, o espetáculo perpassa os diversos estilos e movimentos dos quais Nara participou. Em constante mutação, ela nunca se deixou rotular ou ficar presa a um determinado gênero: esteve no coração do nascimento da Bossa Nova, flertou com o Tropicalismo, participou dos festivais da canção, protagonizou o lendário show ‘Opinião’, com João do Vale e Zé Ketti (e foi quem escolheu a estreante Maria Bethânia para substituí-la) resgatou antigos compositores, cantou samba-canção, músicas de protesto, rock’n’roll e jovem guarda. A liberdade e a inquietação de Nara se refletiam, sem amarras, na sua criação artística.

No palco, as canções surgem para pontuar alguns dos momentos de uma vida que se confunde com a história do Brasil daquela época. Ao longo das cenas, alguns temas vêm à tona, como a repressão sofrida no período da ditadura militar, o exílio, o avanço do debate feminista, a revolução comportamental das décadas de 60 e 70, a maternidade, os célebres casos de amor e as demais paixões da cantora.
Não é a primeira vez em que Zeze vai cantar em cena. Sua trajetória foi pontuada por alguns musicais, inclusive chegando a protagonizar uma versão de ‘A Noviça Rebelde’, em 1992. ‘As canções de Nara me acompanham há muito tempo, eu já sabia as letras de uma boa parte do repertório e agora o desafio foi justamente selecionar quais as músicas que entrariam na peça, já que ela produziu muito ao longo da vida e gravou sempre canções muito pertinentes e necessárias’, conta a atriz.

Uma amizade eternizada nos palcos
Zeze Polessa e Miguel Falabella se conheceram em 1979, na icônica montagem de ‘O Despertar da Primavera’, no Parque Lage, de onde despontaram uma série de outros nomes, como Maria Padilha, Daniel Dantas e Rosane Goffman. Desde então, dividiram o palco em espetáculos como ‘Mephisto’ e ‘O Submarino’, também com texto de Miguel. Em 1996, ela estrelou a premiada ‘Florbela Espanca – A Bela do Alentejo’, outro monólogo sobre uma personalidade feminina marcante (a poeta portuguesa Florbela Espanca), com direção dele. A trajetória da dupla se fortaleceu ainda nas novelas ‘Salsa e Merengue’ e ‘A Lua me Disse’, em que Miguel escreveu personagens especialmente para Zezé, além da recente turnê com ‘A Mentira’, em 2019, espetáculo que os reuniu novamente em cena.

Serviço

NARA
Temporada: De 04 a 07 de julho
Quintas e sextas, 19h – sábados e domingos, 18h
Onde: Teatro Alberto Maranhão – Praça Augusto Severo, s/n – Ribeira
Classificação etária: livre
Duração: 80 minutos

Vendas online: SYMPLA
Início das vendas na bilheteria do teatro: 01 de julho
Horário de funcionamento da bilheteria: segunda a sexta, das 12h às 19h – sábados, domingos e feriados 2h antes do início do espetáculo.
Ingressos: plateia baixa – R$ 40,00 inteira e R$ 20,00 meia
plateia alta |ingressos populares – R$ 30,00 e R$ 15,00
Dias 04 e 07 de julho – sessões com intérprete de libras

Cidade, Cultura, Entretenimento

São João de Natal começa na quinta-feira (20); veja programaçã

Foto: Falcão

 

O São João de Natal 2024 começa nesta quinta-feira (20) na Praça Pedro Velho, em Petrópolis, promovido pela Prefeitura do Natal através da Secretaria de Cultura de Natal (Secult-Funcarte). O evento terá shows musicais gratuitos, Festival de Quadrilhas e incentivos a Arraiás de Rua, reunindo atrações locais, regionais e nacionais em uma celebração da cultura junina.

A programação foi anunciada nesta segunda-feira pelo prefeito Álvaro Dias (Republicanos). As atividades começam na quinta-feira (20) às 18h, com apresentações de Melissa Farias, Arnaldinho Neto, Edyr Vaqueiro e Circuito Musical. Na sexta-feira (21), sobem ao palco Yury Misael, Waldonys, Giannini Alencar e a dupla Mari e Rayane. No sábado (22), a programação inclui a dupla Pedro & Erick, Grafith, Rodrigo Alves e Aline Reis, encerrando a noite.

Prefeito Álvaro Dias apresenta programação do São João em Natal – Renata Carvalho

A Praça Pedro Velho também sediará o tradicional Festival Forraço no sábado, a partir das 16h30, com entrada gratuita e apoio da Prefeitura do Natal. Além dos shows e concursos, haverá diversas opções gastronômicas juninas.

Festival de Quadrilhas

O São João de Natal 2024 continua na quinta-feira (27) com o Festival de Quadrilhas Juninas, que se estenderá até domingo (30), no Palácio dos Esportes. O festival contará com até 25 grupos juninos, incluindo quadrilhas tradicionais, estilizadas e cômicas. Podem participar grupos de qualquer município do Rio Grande do Norte, convidados pelo projeto Natal Cultural, incentivado pela Lei Djalma Maranhão.

As quadrilhas receberão apoio financeiro para participar do festival, totalizando um investimento de R$ 373.940,00, além de premiações que somam R$ 187.000,00. As inscrições, regulamentos e documentos estarão disponíveis nos sites www.natal.rn.gov.br e www.blogdafuncarte.com.br.

Arraiás de Rua

A Prefeitura do Natal vai selecionar e incentivar 40 arraiás de rua em todas as regiões administrativas da cidade. Cada arraiá receberá R$ 5.000,00 para ajudar no custeio da realização. As inscrições, regulamentos e documentos estarão disponíveis nos próximos dias nos sites www.natal.rn.gov.br e www.blogdafuncarte.com.br.

 

 

Cultura, Entretenimento, Música

Nesta segunda no TAM acontece o Concerto que celebra 50 anos de relações diplomáticas entre a China e o Brasil

Nesta segunda-feira, dia 03 de junho, às 19h30, no Teatro Alberto Maranhão, acontece um concerto especial, com a Filarmônica UFRN apresentando obras chinesas e nordestinas. Promovido pelo Consulado-Geral da República Popular de China em Recife, com o apoio do governo do Rio Grande do Norte, o concerto faz parte das celebrações realizadas na China e no Brasil para celebrar os 50 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre os países. O público terá a grande oportunidade de assistir o espetáculo com entrada gratuita.

Sob a regência do maestro André Muniz, a Filarmônica UFRN interpretará músicas chinesas como “Boas Novas de Pequim chegam aos Vilarejos”, “Dança do Povo Yao”, “Abertura do Festival da Primavera”, “Flor de Jasmim”, “Diálogo de Flores” e “Eu te amo, China”, esta última com a participação do tenor Kaio Morais. O concerto também apresentará obras nordestinas como “Gonzaguiana” e “Suíte Nordestina”, realçando dessa forma o diálogo entre as duas culturas por meio de uma troca de elementos folclóricos e tradicionais.

Na opinião do maestro André Muniz, o concerto será uma grande oportunidade das pessoas descobrirem novas sonoridades. “As salas de concerto no Brasil, elas durante séculos, elas desenvolveram uma tendência a um eurocentrismo. As pessoas em algum momento já escutaram notas musicais de Beethoven, já ouviram falar da Nona Sinfonia de Beethoven, em algum momento elas escutaram mesmo uma propaganda, a Primavera de Vivaldi, escutaram a genialidade de Mozart…Estamos precisando conhecer novas realidades, novas sonoridades, e nesse concerto vai ser uma grande oportunidade. A cultura oriental, com sua sonoridade, uma orquestração muito rebuscada, muito brilhante em alguns momentos”, explica.

A China e o Brasil estabeleceram relações diplomáticas no dia 15 de agosto de 1974. Desde então, as relações bilaterais vêm crescendo em inúmeros aspectos econômicos, sociais, educacionais e culturais. O impacto da China ao estado do Rio Grande do Norte também tem sido de grande relevância. Em uma reunião recente com professores da Escola de Música, o Secretário Sílvio Torquato Fernandes, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), ressaltou a importância dos investimentos de empresas chinesas para o desenvolvimento econômico de nosso Estado.

Serviço:

Onde: Teatro Alberto Maranhão
Quando: Segunda-feira – 03 de junho, às 19h30
Quem: Filarmônica UFRN e Maestro André Muniz
Porquê: Celebração dos 50 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e o Brasil
Quanto: Retirada gratuita do ingresso uma hora antes na bilheteria do TAM

Entretenimento, Lazer

Rio arrecadará R$ 10,2 mi a mais em impostos com show da Madonna

A Prefeitura do Rio estima que não perderá dinheiro com o investimento de R$ 10 milhões que fez para viabilizar o show da Madonna, neste sábado (4.mai.2024). A administração municipal espera compensar o gasto com o aumento de quase R$ 10,2 milhões na arrecadação de ISS (Impostos sobre Serviços) sobre atividades relacionadas ao turismo, entretenimento, transporte, hospedagem e alimentação.

Segundo a prefeitura, em maio de 2023, a cidade arrecadou R$ 50,8 milhões. Em 2024, são esperados R$ 60,9 milhões, um aumento de 20% na comparação anual. A justificativa para o cálculo otimista é que esses setores são bastante impactados por grandes eventos, como o show da Madonna.

O espetáculo será realizado na praia de Copacabana e são esperadas mais de 1,5 milhão de pessoas. O evento é patrocinado pelo Itaú Unibanco, que completa 100 anos em 2024. “Com base nessas estimativas e hipóteses, o investimento público para o show da Madonna, também pode ser retornado para a prefeitura, na mesma magnitude, com aumento da arrecadação de impostos”, disse a prefeitura em nota.

Também é esperada uma injeção de R$ 293,4 milhões na economia do Rio, de acordo com o estudo “Potenciais Impactos Econômicos do Show da Madonna no Rio – 2024”, que considera gastos do público com alimentação, passagem aérea, transporte e hospedagem. O Governo do Estado do Rio de Janeiro investiu mais R$ 10 milhões no evento.

Deu no Poder360

Entretenimento, Música, Notícias

Show da Madonna movimenta R$ 400 mi; cachê é de R$ 17 mi

A cantora pop norte-americana Madonna, de 65 anos, se apresenta neste sábado (4.mai.2024) na praia de Copacabana, no Rio de Janeiro. O show será gratuito para o público, mas a artista embolsará R$ 17 milhões pela apresentação. A movimentação total, que inclui investimentos, giro na economia, patrocínios, transmissão e gastos com a infraestrutura, passa dos R$ 400 milhões.

Além do cachê milionário, o transporte de carga internacional saiu ainda mais caro. O valor para trazer os equipamentos necessários para o show de artista no Brasil foi estimado em R$ 20 milhões, segundo a Folha de S.Paulo.

A cantora chegou ao Brasil na 2ª feira (29.abr). Hospedada em uma das suítes mais caras do Copacabana Palace, a artista e sua equipe ocupam 90 dos 239 quartos do hotel. Os gastos estimados com hospedagem somam R$ 4,85 milhões.

O dinheiro destinado para a estrutura do evento não fica atrás. O show terá o maior palco já usado na “Celebration Tour”, que comemora os 40 anos de sua carreira. Serão 812 metros quadrados, com 24 metros de frente e pé direito de 18 metros, com valor estimado em R$ 1,6 milhão.

O valor destinado para os equipamentos de som e áudio é de R$ 1,5 milhão. Para a segurança, foram investidos R$ 580 mil. Outros R$ 877,8 mil foram gastos com ensaios e camarins. O valor total desembolsado por patrocinadores está na casa dos R$ 60 milhões, contando com a Prefeitura do Rio e o governo do Estado, que liberaram R$ 10 milhões cada um. Os outros R$ 40 milhões estão divididos entre as empresas Itaú e Heineken.

Madonna volta ao Brasil depois de 12 anos. A artista sobe ao palco às 21h45. No entanto, para quem quiser chegar cedo, a programação começará às 18h45, com o DJ Barata. Em seguida, terá a apresentação do convidado especial, o cantor Diplo, às 20h. O show será transmitido ao vivo na TV Globo, no Multishow e no Globoplay.

O evento deve atrair pelo menos 1,5 milhão de pessoas. Inicialmente a prefeitura estimou a presença de 1 milhão de pessoas, sendo 850 mil de cariocas e moradores da Região Metropolitana do Rio de Janeiro, 120 mil turistas nacionais e 30.000 estrangeiros. Porém, depois a administração municipal superdimensionou a estimativa.  Segundo a Prefeitura do Rio, o show movimentará a economia carioca em R$ 293 milhões. O valor é 29 vezes maior do que os R$ 10 milhões investidos pela cidade no evento.

Deu no Poder360

Entretenimento, Gastronomia

Serra de São Bento realiza pré-lançamento da 13ª edição do Festival de Inverno durante evento de turismo em Natal

Foi dada a confirmação e a largada para a realização do 13º Festival de Inverno de Serra de São Bento/RN, marcado de 02 a 04 de agosto. A solenidade aconteceu nessa sexta-feira (26), no estande do município que está em exposição no Centro de Convenções de Natal, na Feira dos Municípios e Produtos Turísticos do RN – FEMPTUR.

O pré-lançamento deste importante evento para o calendário municipal, foi realizado diante dos visitantes da Feira e convidados, sob a presença da prefeita Wanessa Morais; do secretário de Turismo, Diel Figueiredo e dos colaboradores do estande. “A Femptur é isso, um impacto positivo para o turismo do RN. Serra de São Bento já está junto há anos, investindo na divulgação do nosso turismo, da nossa amada Serra e temos tido bons resultados. Hoje vemos na cidade, um aumento significativo na oferta de hotéis, pousadas, comércios e restaurantes. Portanto, nada melhor do que fazermos o anúncio, aqui, da confirmação da 13ª edição do Festival de Inverno, que já tem data marcada, de 02 a 04 de agosto. O público pode esperar uma grande edição”, anuncia a Prefeita de Serra de São Bento, Wanessa Morais.

O secretário de turismo do município, Diel Figueiredo, fala sobre as expectativas para a edição. “Estamos cheios de novidades, querendo, cada vez mais, promover uma programação com grandes nomes da música nacional, além de que, pretendemos fazer um resgate da primeira edição do Festival, fortalecendo os pilares culturais, econômicos, gastronômicos e musicais que deram o start inicial a tudo isso que hoje é o Festival de Inverno de Serra de São Bento. Em breve faremos o lançamento oficial com toda a programação, mas, já adianto que a edição promete boas surpresas”, comenta o secretário.

Na Femptur, o espaço de Serra de São Bento apresenta ao público as potências e as novidades sobre o destino potiguar mais cobiçado no que se refere ao clima serrano. O município é detentor de uma bela paisagem de serra que transporta o turista para um lugar cheio de charme e aconchego. Para os aventureiros, tem também as famosas trilhas. E, claro, digno de um excelente destino turístico, estão os restaurantes e boa oferta de hospedagem.

Entretenimento, Lazer

Deputado Ezequiel Ferreira recebe diretoria do Cactus Moto Fest

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), recebeu nesta quinta-feira (25) a diretoria do Cactus Moto Fest de Currais Novos. Acompanhados do prefeito, Odon Júnior (PT) e do secretário de Infraestrutura de Currais Novos, Lucas Galvão, os organizadores do evento renovaram o convite e a solicitação de incentivo para a realização da edição de 2024, que este ano promete ser uma das maiores da história.

“É sempre um grande prazer receber meus conterrâneos aqui na Assembleia Legislativa, ainda mais quando se trata de um evento tão importante para a minha cidade. Reforço nosso apoio como entusiasta do encontro e o apoio desta Casa Legislativa para o engrandecimento desse e de outros eventos da nossa terra e do nosso Estado”, disse Ezequiel.

O evento realizado pelo Cactus Moto Clube ocorrerá nos dias 24 e 25 de maio, terá como atrações principais a banda RPM, o cantor Paulo Miklos – (ex-Titãs) referências do Rock Nacional. Além deles, se apresentarão Ritornellos, Retrô, Uskaravelho, Almanaará e Cleyton Pinheiro.

“Currais Novos vai ser transformada na capital do Rock durante os dias 24 e 25 de maio. É preciso ressaltar que sem a soma de esforços do comércio, da prefeitura e da Assembleia Legislativa esse e outros eventos da nossa cidade. Em especial do deputado Ezequiel Ferreira que tem tido uma sensibilidade com a agenda de eventos da nossa cidade.

“Convidar a todos para participar desse momento”, disse o prefeito Odon Júnior (PT).

Um dos principais eventos do segmento de todo o Nordeste, o Cactus promete receber mais de 300 motoclubes de todo o Brasil, reunindo mais de três mil motociclistas, movimentando a economia e gerando renda para o município. “Esse é um evento que vai além da paixão por motos. É um evento que movimenta a economia e gera renda para a cidade”, comentou o diretor financeiro do clube, Pio Marinheiro.