Cultura, Entretenimento, Música

Fest Bossa & Jazz celebra 15 anos com realização da sua 30ª edição que acontece na Praia da Pipa em agosto

 

Para coroar esta história de sucesso, com o recém reconhecimento como Patrimônio Cultural, Turístico Imaterial do Estado do Rio Grande do Norte, através da Lei 11.706 de 10/04/2024, o Fest Bossa & Jazz, após o anúncio oficial da 30ª edição marcada de 15 a 18 de agosto, agora inicia uma série de ações digitais e físicas de divulgação da sua edição no encantador refúgio que é a Pipa, em Tibau do Sul/RN.

Entre as ações, estão: a reforma da grande guitarra de oito metros (8m) de altura e símbolo do Festival, localizada ao lado do pórtico de acesso à Praia da Pipa e, a instalação de uma série de sinalizações anunciando as datas para todos os turistas e moradores desse que é um dos principais destinos turísticos do RN e do Nordeste.

O Festival mantém seu formato democrático e inclusivo e vai oferecer uma programação linda permeada por quatro dias de apresentações musicais de artistas e grupos locais, regionais, nacionais e internacionais, de forma totalmente gratuita, em polos diurnos e noturnos distribuídos entre a Praia do Centro e a Av. Baía dos Golfinhos. Em breve a produção dará início a divulgação de mais detalhes dos polos e as primeiras atrações confirmadas.

Um evento renomado com legados importantes nos âmbitos econômico, cultural e social. O Festival segue transformando pessoas e lugares por onde passa. Anualmente, oficinas sociais e culturais abraçam alunos da rede pública de ensino, ofertando palestras de conscientização socioambiental e, também, de iniciação musical. Nesses 15 anos de história, *mais de 20 mil crianças já participaram das oficinas*. Na 30ª edição, estas atividades vão acontecer no Santuário Ecológico da Pipa e em escolas públicas do local.

Estão confirmadas também as Jam Sessions, tão conhecidas pelo público do evento. Elas são responsáveis por encontros inéditos, vibrantes e até inesperados, entre músicos participantes e o público, em bares e restaurantes parceiros, sempre ao final dos shows nos polos. Será mais uma edição para ficar na história e nos corações dos amantes do Fest. Fique por dentro e não perca nenhuma novidade, siga o perfil oficial do Fest Bossa & Jazz no Instagram em @festbossajazz.

O Fest Bossa & Jazz Pipa 2024 é realizado por Juçara Figueiredo Produções com patrocínio de Ster Bom através do Programa Câmara Cascudo de Incentivo à Cultura do Governo do Rio Grande do Norte, da Prefeitura Municipal de Tibau do Sul e com apoios de Emprotur, Secretaria de Turismo de Tibau do Sul, Preserve Pipa, Luck Receptivo e Michelle Tour.


Sobre o Fest Bossa & Jazz – 15 anos

A primeira edição do Fest Bossa & Jazz aconteceu em 2010 em Natal/RN e seu contínuo crescimento fez com que este se tornasse um dos mais importantes eventos dentro do calendário cultural anual do Rio Grande do Norte. Ultrapassando as fronteiras da cidade de Natal, a partir de 2011, o Festival passou a acontecer também na paradisíaca Praia da Pipa. Visando ampliar ainda mais o público e atingir outros municípios com apelo turístico no RN, em 2015, o Fest Bossa & Jazz tornou-se um Circuito chegando até São Miguel do Gostoso e no ano seguinte até Mossoró.

Com acesso totalmente gratuito e sempre fiel à proposta de promover o intercâmbio entre nomes consagrados e novos expoentes da música, o Fest Bossa & Jazz tem como principal objetivo divulgar e fortalecer o trabalho de artistas da música instrumental, da Bossa Nova, do Jazz e do Blues, bem como assumir a responsabilidade social de estender suas ações para além dos palcos. Na parte diurna do evento são oferecidas palestras, oficinas sócio ambientais, para crianças e jovens estudantes da rede pública, também são ministrados workshops para músicos. Com tudo isso incluindo o RN no circuito dos grandes festivais do Brasil.

Foram 29 edições realizadas desde 2010 com um público de mais de 500 mil pessoas e mais de 350 atrações musicais locais, regionais, nacionais e internacionais em _lineups_ que contemplam estilos como Jazz, Blues, Soul, Choro, Bossa Nova e a Música Instrumental agradando aos gostos mais diversos e contribuindo para o enriquecimento cultural da população, ao mesmo tempo que movimenta a economia local de cada cidade e região visitada pelo evento.

O Fest Bossa & Jazz é uma festa completa para público, artistas, empresários, educadores e gestores públicos!

Arte, Cultura

Crianças do Projeto Sesc Cidadão visitam exposição na Assembleia Legislativa do RN

Foto: João Gilberto

 

Os olhares atentos e curiosos das crianças do projeto Sesc Cidadão se voltaram para as peças da exposição “Além do Imaginário: A arte popular potiguar, antes e depois de Xico Santeiro” logo cedo, na  manhã desta segunda-feira (17), na Assembleia Legislativa do RN. A mostra, aberta desde o dia 10, oferece uma imersão na rica tradição da arte popular potiguar.

Acompanhadas pelo professor de educação física Wenício e pela assistente social e responsável técnica do projeto, Samara Almeida, as crianças, com idades entre 8 e 15 anos, visitaram a exposição com o objetivo de ampliar seus conhecimentos de mundo e estimular um pensamento crítico e reflexivo. Atualmente, o projeto Sesc Cidadão atende 42 crianças em situação de vulnerabilidade social, proporcionando-lhes oportunidades educativas e culturais.

Durante a visita, algumas obras chamaram a atenção dos jovens visitantes. Alice Beatriz, de 10 anos, ficou fascinada pela matriz de xilogravura do artista J. Campos: “Achei muito interessante”. Bryan Teixeira, de 9 anos, se encantou com uma das imagens de Cristo esculpidas por Xico Santeiro. “A cor me agradou muito. E saber que é de pedra, mas foi feita à mão também”, comentou, admirado.

A exposição conta com 22 peças de Xico Santeiro (1898-1966), oriundas de coleções particulares de Haroldo Maranhão, Augusto Viveiros, Francisco Francinildo e Alexandre Gurgel. Além disso, estão expostas peças raras da pré-era Xico Santeiro, fornecidas pelo professor e colecionador de arte popular Antônio Marques, datadas entre os séculos XVIII e XIX.

No total, mais de 60 obras estão em exibição, traçando uma linha do tempo da arte popular potiguar desde suas origens até a produção contemporânea, incluindo trabalhos de 31 artistas catalogados. As peças foram cedidas por diversos colecionadores, entre eles o Padre Jocimar Dantas e o escritor Lívio Oliveira.

Serviço

Mostra ‘Além do imaginário: a arte popular potiguar, antes e depois de Xico Santeiro’.
Local: Salão Nobre da ALRN, Cidade Alta. Até 21 de junho.
Visitação das 8 às 14h
Aberta ao público

Cidade, Cultura, Entretenimento

São João de Natal começa na quinta-feira (20); veja programaçã

Foto: Falcão

 

O São João de Natal 2024 começa nesta quinta-feira (20) na Praça Pedro Velho, em Petrópolis, promovido pela Prefeitura do Natal através da Secretaria de Cultura de Natal (Secult-Funcarte). O evento terá shows musicais gratuitos, Festival de Quadrilhas e incentivos a Arraiás de Rua, reunindo atrações locais, regionais e nacionais em uma celebração da cultura junina.

A programação foi anunciada nesta segunda-feira pelo prefeito Álvaro Dias (Republicanos). As atividades começam na quinta-feira (20) às 18h, com apresentações de Melissa Farias, Arnaldinho Neto, Edyr Vaqueiro e Circuito Musical. Na sexta-feira (21), sobem ao palco Yury Misael, Waldonys, Giannini Alencar e a dupla Mari e Rayane. No sábado (22), a programação inclui a dupla Pedro & Erick, Grafith, Rodrigo Alves e Aline Reis, encerrando a noite.

Prefeito Álvaro Dias apresenta programação do São João em Natal – Renata Carvalho

A Praça Pedro Velho também sediará o tradicional Festival Forraço no sábado, a partir das 16h30, com entrada gratuita e apoio da Prefeitura do Natal. Além dos shows e concursos, haverá diversas opções gastronômicas juninas.

Festival de Quadrilhas

O São João de Natal 2024 continua na quinta-feira (27) com o Festival de Quadrilhas Juninas, que se estenderá até domingo (30), no Palácio dos Esportes. O festival contará com até 25 grupos juninos, incluindo quadrilhas tradicionais, estilizadas e cômicas. Podem participar grupos de qualquer município do Rio Grande do Norte, convidados pelo projeto Natal Cultural, incentivado pela Lei Djalma Maranhão.

As quadrilhas receberão apoio financeiro para participar do festival, totalizando um investimento de R$ 373.940,00, além de premiações que somam R$ 187.000,00. As inscrições, regulamentos e documentos estarão disponíveis nos sites www.natal.rn.gov.br e www.blogdafuncarte.com.br.

Arraiás de Rua

A Prefeitura do Natal vai selecionar e incentivar 40 arraiás de rua em todas as regiões administrativas da cidade. Cada arraiá receberá R$ 5.000,00 para ajudar no custeio da realização. As inscrições, regulamentos e documentos estarão disponíveis nos próximos dias nos sites www.natal.rn.gov.br e www.blogdafuncarte.com.br.

 

 

Cultura, Entretenimento, Música

Nesta segunda no TAM acontece o Concerto que celebra 50 anos de relações diplomáticas entre a China e o Brasil

Nesta segunda-feira, dia 03 de junho, às 19h30, no Teatro Alberto Maranhão, acontece um concerto especial, com a Filarmônica UFRN apresentando obras chinesas e nordestinas. Promovido pelo Consulado-Geral da República Popular de China em Recife, com o apoio do governo do Rio Grande do Norte, o concerto faz parte das celebrações realizadas na China e no Brasil para celebrar os 50 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre os países. O público terá a grande oportunidade de assistir o espetáculo com entrada gratuita.

Sob a regência do maestro André Muniz, a Filarmônica UFRN interpretará músicas chinesas como “Boas Novas de Pequim chegam aos Vilarejos”, “Dança do Povo Yao”, “Abertura do Festival da Primavera”, “Flor de Jasmim”, “Diálogo de Flores” e “Eu te amo, China”, esta última com a participação do tenor Kaio Morais. O concerto também apresentará obras nordestinas como “Gonzaguiana” e “Suíte Nordestina”, realçando dessa forma o diálogo entre as duas culturas por meio de uma troca de elementos folclóricos e tradicionais.

Na opinião do maestro André Muniz, o concerto será uma grande oportunidade das pessoas descobrirem novas sonoridades. “As salas de concerto no Brasil, elas durante séculos, elas desenvolveram uma tendência a um eurocentrismo. As pessoas em algum momento já escutaram notas musicais de Beethoven, já ouviram falar da Nona Sinfonia de Beethoven, em algum momento elas escutaram mesmo uma propaganda, a Primavera de Vivaldi, escutaram a genialidade de Mozart…Estamos precisando conhecer novas realidades, novas sonoridades, e nesse concerto vai ser uma grande oportunidade. A cultura oriental, com sua sonoridade, uma orquestração muito rebuscada, muito brilhante em alguns momentos”, explica.

A China e o Brasil estabeleceram relações diplomáticas no dia 15 de agosto de 1974. Desde então, as relações bilaterais vêm crescendo em inúmeros aspectos econômicos, sociais, educacionais e culturais. O impacto da China ao estado do Rio Grande do Norte também tem sido de grande relevância. Em uma reunião recente com professores da Escola de Música, o Secretário Sílvio Torquato Fernandes, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEDEC), ressaltou a importância dos investimentos de empresas chinesas para o desenvolvimento econômico de nosso Estado.

Serviço:

Onde: Teatro Alberto Maranhão
Quando: Segunda-feira – 03 de junho, às 19h30
Quem: Filarmônica UFRN e Maestro André Muniz
Porquê: Celebração dos 50 anos do estabelecimento das relações diplomáticas entre a China e o Brasil
Quanto: Retirada gratuita do ingresso uma hora antes na bilheteria do TAM

Cultura

Semana Nacional de Museus inicia nesta quarta-feira (15)

FOTO: ALEX RÉGIS

Uma reflexão sobre a atuação dos museus como impulsionadores de educação e de pesquisa. Esse é o tema proposto para a 22ª edição da Semana Nacional de Museus, promovida pela Prefeitura de Natal/Secretaria de Cultura de Natal e Fundação Capitania das Artes (Secult/ Funcarte). A programação tem início nesta quarta-feira (15) e se estende até domingo (19), no 6º piso do Memorial de Natal.

As visitas serão guiadas e os visitantes terão acesso à visualização de acervos, oficinas e participação em palestras. A programação conta ainda com exposições interativas por meio de acervos exibidos em televisores e QR codes, proporcionando uma experiência imersiva e educativa. O Memorial Também oferecerá uma oficina prática sobre o uso de ferramentas digitais na pesquisa em museus e acervos virtuais.

Os QR codes estarão disponívei sem pontos-chave da exposição para acesso a conteúdos adicionais, vídeos explicativos e participação em atividades interativas relacionadas ao acervo exposto, inclusive realizar uma tour 360 por museus nacionais, permitindo que explorem virtualmente os espaços e as exposições de forma imersiva, mesmo após o término do evento.

Para o secretário de Cultura de Natal, Dácio Galvão, a programação da Semana Nacional de Museus em Natal proporcionará um ambiente enriquecedor e democrático aos visitantes. “Museus estimulam a disseminação do conhecimento de forma prática e convidativa. As atividades propostas nesta edição despertarão a curiosidade em estudantes, professores e à comunidade geral”, ressaltou.

PROGRAMAÇÃO 15 DE MAIO

PALESTRAS

• Nós aprendemos em um Museu?

Margarida Dias. Às 13h.

• Educação patrimonial e preservação.

Márcia Rossana de Oliveira. Às 14h30.

EXPOSIÇÃO DE ACERVOS VIRTUAIS

Museu Histórico Nacional (MHN);

Museu Nacional de Belas Artes (MNBA).

Das 13h às 17h.

VISITA GUIADA

Visita guiada aos painéis expográficos e acervos do Memorial Natal.

Das 13h às 17h.

PROGRAMAÇÃO 16 DE MAIO

PALESTRAS

• Arqueologia, Cultura Material e Educação Patrimonial.

Roberto Iron. Às 13h30.

• A contribuição da pesquisa histórica no campo dos museus: uma breve reflexão.

Helder Viana. Às 15h30.

EXPOSIÇÃO DE ACERVOS VIRTUAIS

Museu Lasar Segall (MLS);

Museu Imperial (MI).

Das 13h às 17h.

PROGRAMAÇÃO 17 DE MAIO

PALESTRAS

• Preservação e conservação de acervos museais e documentais./ Arquivo Metropolitano da Arquidiocese de Natal – Os passos de uma caminhada.

Evanúcia Oliveira e Poliana Martins. Às 13h.

• O que é que Natal tem? Educação Patrimonial em Natal por meio das redes sociais.

Matheus Silva e Luis Eduardo. Às 15h.

EXPOSIÇÃO DE ACERVOS VIRTUAIS

Museu Câmara Cascudo;

Museu da Memória Afetiva do Natal.

Das 13h às 17h.

VISITA GUIADA

Visita guiada aos painéis expográficos e acervos do Memorial Natal.

Das 13h às 17h.

PROGRAMAÇÃO 18 DE MAIO

OFICINA

A utilização das ferramentas digitais na pesquisa em museus e acervos virtuais.

Marcelo Nascimento e Rodrigo Rodeiro.

Das 13h às 17h.

EXIBIÇÃO DE DOCUMENTÁRIOS

Documentário: Resgates;

Documentário: Museus, Arquivos: Lugares de Memória do Espaço Urbano.

Das 13h às 17h.

VISITA GUIADA

Visita guiada aos painéis expográficos e acervos do Memorial Natal.

Das 13h às 17h.

PROGRAMAÇÃO 19 DE MAIO

MESA REDONDA

A cidade como espaço museológico: uma ação de educação patrimonial/A apropriação do museu pela prática turística. Luciano Capistrano e Almir Félix. Às 15h30

EXPOSIÇÃO DE ACERVOS VIRTUAIS

Museu Villa-Lobos;

Museu da República.

Das 13h às 17h.

VISITA GUIADA

Visita guiada aos painéis expográficos e acervos do Memorial Natal. Das 13h às 17h.

Deu na Tribuna do Norte

Cultura

Fernando Campos lança nesta terça-feira (23), “O Tesouro das Diferenças” na livraria Leitura

 

“O Tesouro das Diferenças” é a mais nova obra do jornalista e escritor Fernando Campos, que será lançada, nesta terça-feira (23), das 18h às 21h, na livraria Leitura – 3º piso do Midway Mall.

Com isso, ele entra no mercado de literatura infantil para mostrar o discurso de inclusão de uma forma didática e criativa. Contendo diversos contos, o livro aborda quatro personagens com deficiências diferentes. O prefácio foi escrito por uma estrela amada pelo Brasil, Ivete Sangalo, esse livro promete trazer um olhar diferente para as diferenças e mostrar sua importância dentro da sociedade.

Sempre com o intuito de promover e expandir seu discurso de inclusão, querendo sempre combater os mitos e desmentir estereótipos. Com isso, demonstra não apenas o talento de Fernando como escritor, mas também sua dedicação em promover a representatividade e inclusão.

 

 

Cultura, Política

Ezequiel Ferreira destaca exposição sobre Auta de Souza na Assembleia Legislativa

 

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), destacou na abertura da sessão plenária desta terça-feira (09), a exposição que está sendo realizada na Casa em homenagem a poetisa potiguar Auta de Souza. A exposição está aberta ao público das 8h às 14h, até o dia 19 de abril, no Salão Nobre do Legislativo.

“Uma figura emblemática das letras brasileiras, cuja vida e obra transbordam os limites do tempo”, disse o parlamentar em referência a Auta de Souza. Ainda de acordo com Ezequiel, em uma de suas obras a poetisa “nos oferece versos que são uma janela para a sua alma sensível” e destacou que o texto é de uma “beleza singela, mas profundamente tocante”, refletindo “anseio por conforto espiritual”.

Conforme o presidente da Assembleia, ao homenagear Auta, “celebramos não apenas a poetisa, mas a mulher, a alma que apesar dos infortúnios soube encontrar na poesia a força para se erguer e brilhar”. Para Ezequiel, “seu legado é um farol de esperança e beleza”, e “sua obra eternizada pelo tempo permanece como hino a resiliência do espírito humano e a capacidade de transformar a dor em algo sublime”.

Auta de Souza nasceu em Macaíba, em 1876, e conquistou reconhecimento devido a sua sensibilidade poética e profundidade emocional, sendo considerada uma referência do Simbolismo no país. Apesar de ter falecido precocemente, aos 24 anos de idade, ela deixou um legado significativo na literatura brasileira. Seus poemas continuam a ser estudados e apreciados pela maneira como capturam a essência da condição humana, tornando-a uma figura imortal na história da literatura nacional.

Sua obra é marcada por temas como amor, religiosidade e morte, abordados com uma linguagem lírica e simbólica. Entre seus principais trabalhos está o livro póstumo “Horto”, publicado em 1900, que será relançado em fac-símile em edição que conta com participação da Assembleia Legislativa.

Arte, Cultura

Fendatal: Festival Nacional de Dança chega a Natal em abril para marcar história na dança brasileira

Foto: Hugu Silveira

O Fendatal, aguardado evento organizado pelos mesmos responsáveis pelo Fendafor, anuncia sua chegada à cidade de Natal, de 11 a 14 de abril, no Teatro Alberto Maranhão. O festival integra o circuito nacional e internacional de dança, contando ainda com o valioso apoio da Fundação José Augusto, do Governo do Estado do Rio Grande do Norte, da Escola do Teatro Alberto Maranhão e da Loja Devant Acessórios para Dança.

Com uma proposta audaciosa, o Fendatal promete ser um marco para a dança no estado, oferecendo oportunidades únicas para centenas de bailarinos, grupos e escolas. Janne Ruth e Atenita Kaira, idealizadoras do evento, destacam a importância desse momento: “Nosso intuito é fazer a cidade respirar dança, ocupando não apenas o Teatro Alberto Maranhão, mas também outros locais e pontos turísticos com intervenções de dança, proporcionando uma experiência enriquecedora para todos os envolvidos.”

Além das apresentações e competições, o festival também se compromete com políticas afirmativas, destinando 10% das vagas para grupos e escolas que comprovem a presença de 60% de pessoas negras e/ou LGBTQIA+ e outros 10% para projetos sociais e escolas das periferias da cidade e arredores. Essa abordagem inclusiva visa não apenas celebrar a diversidade, mas também garantir oportunidades equitativas para todos os participantes.

Uma das grandes atrações do Fendatal é sua programação pedagógica, que oferecerá cursos ministrados por renomados mestres e professores de dança, incluindo nomes como Adriana Assaf de São Paulo, Jéssica Ferreira de Recife, DenízioJúnior de Fortaleza, Alex Lima de Campinas-SP, além de representantes do Festival de Livorno, na Itália: Lizandra Paz e Felipe Souza de Fortaleza. Esses cursos não apenas aprimoram habilidades técnicas, mas também estimulam a troca de conhecimento e experiências entre os participantes.

Outro destaque do Fendatal são as premiações em dinheiro, bolsas e isenções para festivais nacionais e internacionais, oferecendo aos talentos destacados oportunidades de reconhecimento e projeção em âmbito nacional e global. Além disso, os grupos premiados com desempenho elevado em seus respectivos FENDAS fora de Fortaleza serão exclusivamente considerados para o SUPER PRÊMIO FENDAFOR, durante o Festival em Fortaleza que acontecerá de 28 de junho a 7 de julho, com um prêmio no valor de R$ 12.000,00.

O Fendatal não se limita apenas ao palco do Teatro Alberto Maranhão. O evento oferece um ambiente de intercâmbio cultural e artístico, promovendo conversas online com jurados para feedback imediato e estabelecendo conexões valiosas entre os participantes, diretores de escolas e grupos.

O Fendatal é uma extensão do consagrado Fendafor de Fortaleza, um evento que há 23 anos vem sendo referência em dança, arte e cultura no Brasil e no mundo. Reconhecido pela UNESCO como o segundo maior festival de dança do Brasil e o maior em ação social, o Fendafor tem transformado o cenário da dança no Ceará e se tornou uma plataforma essencial para o reconhecimento e valorização dos talentos locais e internacionais.

Serviço

O público interessado em participar do Fendatalpode adquirir ingressos antecipadamente pelo Sympla, com valores de meia entrada a R$ 40,00 e inteira a R$ 80,00. Na bilheteria do evento, os valores serão de R$ 50,00 (meia) e R$ 100,00 (inteira). Todos os artistas participantes têm acesso livre a todas as sessões do evento, promovendo uma experiência imersiva e enriquecedora para os amantes da dança e das artes em geral.

Para mais informações sobre inscrições, programação e detalhes sobre o Fendatal, acesse o site oficial do evento em www.fendafor.com.br.

Cultura, Música

Tributo ao Queen traz show inédito ao Teatro Riachuelo neste domingo (24)

 

Neste domingo (24), às 20h30, o Teatro Riachuelo, receberá a turnê ‘Queen Experience Extreme Coro e Orquestra’ pela primeira vez em Natal. No show, o grupo interpretará grandes sucessos da banda original, como “Love of My Life”, “Bohemian Rhapsody”, “Don’t Stop Me Now”, “Killer Under”, entre outros hits atemporais, trazendo a experiência imersiva de mais alto nível, em um show acompanhado por orquestra e coral no palco.

A turnê promete emoções do início ao fim para os amantes da banda e também de música clássica, mesclando o melhor dos dois segmentos, clássico e rock em uma experiência inédita, dividindo o palco e encantando o público.

O maior Tributo Queen das Américas, tem o objetivo de homenagear e relembrar a mente brilhante de Freddie Mercury com John Deacon, Brian May e Roger Taylor. A turnê já percorreu mais de 100 cidades brasileiras, tendo sua experiência internacional com turnê no Chile, Argentina e Uruguai.

O espetáculo conta com a produção geral de Mayra Mello, produção executiva de Daniela Schiarreta e direção de grandes mestres da cena artística da atualidade. Direção musical do maestro Eduardo Pereira, preparação corporal de Ewerton Novaes e direção geral do renomado diretor Bruno Rizzo. Produção local da Idearte Produções.

Os ingressos estão à venda na bilheteria do teatro (de terça a sábado, das 14h às 20h) ou no uhuu.com.

Arte, Cultura

Teatro Alberto Maranhão celebra aniversário de 120 anos com programação especial

 

O Teatro Alberto Maranhão faz aniversário e o público ganha um concerto de presente.  Neste dia tão importante (24), a partir das 17h, o Governo do Rio Grande do Norte, por meio do gabinete da Secretária Extraordinária da Cultura e da Fundação José Augusto (FJA), iniciará a jornada de celebração desta data histórica. O palco do TAM receberá a terceira edição do projeto Fima – Festival Interativo de Música e Arquitetura, que chega a Natal pela primeira vez e inicia a celebração dos 120 anos de um dos mais importantes equipamentos culturais do estado. A entrada para a plateia será liberada às 16h.

“O Teatro Alberto Maranhão tem uma importância gigantesca para a cultura potiguar, em especial para a dança, as artes cênicas e a música, e ficamos muito honrados em iniciarmos a nossa programação festiva com a vinda desse festival tão peculiar, que trata de história, arquitetura e música”, disse Gilson Matias, diretor geral da Fundação José Augusto, autarquia estadual que gerencia o TAM.

Em sua terceira edição, o Fima celebra os teatros históricos brasileiros e traz para o TAM uma programação especial: no dia 23, o projeto realiza uma gravação (sem público), e no dia 24 de março, às 17h, promove um concerto gratuito para comemoração aos 120 anos do Teatro Alberto Maranhão. No programa, além de compositores universais, como Antônio Carlos Gomes, Jules Massenet e Heitor Villla-lobos, também serão apresentados os clássicos potiguares Tonheca Dantas (Royal Cinema), Oriano de Almeida (Embalo de Saudade), Eduardo Medeiros e Othoniel Menezes (Praieira – Serenata de Pescador).

Para execução das peças, a soprano Virgínia Cavalcanti e o pianista Mateus Naamã se juntam ao professor da UFRN, Fabio Presgrave, trazendo um diálogo inédito entre a música, a arquitetura e a história deste emblemático teatro. Haverá também um momento sobre a importância e a história da casa, com a participação do dramaturgo Racine Santos e da professora de História do Teatro, da UFRN, Monize Moura, responsável pela preservação do acervo documental do Teatro Alberto Maranhão.

A entrada é gratuita e os ingressos devem ser reservados virtualmente. O link será liberado às 10h, no dia do evento, ficando disponível até 16h ou até esgotar a capacidade do teatro. Link do Sympla: https://www.sympla.com.br/aniversario-120-anos-do-tam—fima-festival-interativo-de-musica-e-arquitetura__2389553

MAIS SOBRE O TAM

Iniciada em 1898, a mando do segundo Governador eleito pelo voto direto, Joaquim Ferreira Chaves, sua construção ecoava a modernização do Rio Grande do Norte, que chegava com a república recém-instaurada. Seu nome original, Teatro Carlos Gomes, homenageou este grande compositor brasileiro até 1957, quando sua denominação foi mudada a mando do Prefeito de Natal, Djalma Maranhão.

A renomeação para Teatro Alberto Maranhão, teve como objetivo homenagear o Governador que concluiu a construção, inaugurando a casa em 24 de março de 1904 e que também promoveu sua grande remodelação pouco tempo depois.

RESTAURO E REFORMA

Recentemente, o TAM passou por uma grande reforma, cujas obras se encontravam paralisadas, quando a governadora Fátima Bezerra assumiu o primeiro mandato, em janeiro de 2019. Em dezembro de 2021, após alguns desentraves jurídicos, o Governo do RN entregou o teatro à população e à classe artística. Na execução, o Poder Executivo estadual investiu R$ 12,9 milhões no total, sendo R$ 10,4 milhões em obras e equipamentos e R$ 2,5 milhões da implementação da caixa cênica, que sequer constava no Projeto de intervenção da gestão anterior, que concluiu apenas 5% da obra.

Os recursos foram viabilizados pelo empréstimo junto ao Banco Mundial, por meio do Projeto Governo Cidadão, Secretaria de Estado de Turismo e Fundação José Augusto (FJA) e a intervenção foi fiscalizada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).