Notícias

Filha é presa por golpe de R$ 725 milhões contra a própria mãe

 

Uma mulher foi presa na manhã desta quarta-feira (10/8) na zona sul do Rio por aplicar um golpe milionário contra a própria mãe, de 82 anos. Investigações da Polícia Civil apontam que uma quadrilha, que se passava por vidente, roubou cerca de R$ 725 milhões em obras de arte, joias e dinheiro da idosa.

Além da filha da idosa foram presos Gabriel Nicolau Traslaviña Hafliger, Jacqueline Stanescos e Rosa Stanesco Nicolau, mãe de Gabriel.

Dentre os quadros, existiam trabalhos de renomados artistas como Di Cavalcanti e Tarsila do Amaral. O nome que batiza a ação vem do quadro “Sol Poente”, de Tarsila, avaliado em R$ 250 milhões. Essa obra de Tarsila, inclusive, foi salva de um incêndio na casa de um marchand romeno em Copacabana, em 2012. Na ocasião obras milionárias foram destruídas.

Ao todo, seis mandados de prisão e 16 de busca e apreensão foram expedidos. O caso é investigado pela Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa da Terceira Idade.

O golpe

De acordo com a Polícia Civil, foi a própria filha da idosa quem articulou o plano. Em janeiro de 2020, ela contratou uma mulher para abordar sua mãe na rua e dizer que alguém de sua família morreria em breve.

A partir desse ponto, a idosa foi apresentada para outras duas mulheres, identificadas como sendo uma cartomante e uma mãe de santo. O grupo pediu, então, que ela pagasse por “um trabalho” para salvar a vida de sua filha.

Apenas nas primeiras duas semanas, a idosa movimentou R$ 5 milhões para a quadrilha. Para prosseguir com o plano, a filha dispensou funcionários que trabalhavam para a senhora e começou a isolar a mãe dentro da residência.

Ao perceber o golpe e parar de fazer os repasses, a idosa passou a ser agredida e ameaçada pela filha. Segundo a Polícia Civil, apenas comparsas visitavam o apartamento da idosa.

Ao todo, 16 obras de arte foram roubadas. Três delas, avaliadas em mais de R$ 300 milhões, foram recuperadas em uma galeria de arte de São Paulo. O dono do estabelecimento confirmou à polícia que vendeu outros dois quadros para o Museu de Arte Latino-Americano e disse não ter desconfiado do golpe por conhecer a família.

Deu no Metrópoles

Notícias

Homem é preso por importunação sexual dentro de ônibus em Natal

 

Um homem de 54 anos foi preso por importunação sexual, na noite de segunda-feira (8), após ser filmado se masturbando dentro de um ônibus em Natal. O crime foi presenciado por uma mulher, que filmou o abuso e denunciou o suspeito.

O caso aconteceu por volta das 18h20 e foi comunicado à Polícia Militar por um agente de trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal.

De acordo com o relatório da PM, o agente informou que o motorista parou o ônibus para uma passageira descer e a mulher deixou o veículo chorando.

Ainda de acordo com a testemunha, a mulher alegou que o homem estava se masturbando dentro do ônibus.

Após serem acionados, os policiais militares prenderam o suspeito na avenida Felizardo Moura, no bairro Nordeste, na Zona Oeste de Natal.

Ele foi levado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) da Zona Norte de Natal.

Segundo a Polícia Civil, como a pena máxima para o crime é maior que 4 anos, a delegada não arbitrou fiança e o homem passou por audiência de custódia nesta terça-feira (9).

Na audiência, a Justiça estipulou fiança de meio salário mínimo para o preso e aplicou medidas cautelares como recolhimento domiciliar no período noturno, das 18h até às 5h e nos dias de folga, além de monitoramento eletrônico por tornozeleira.

Informações do G1

Notícias

Vereador investigado por fraudes no SUS pede afastamento do cargo uma semana após voltar à Câmara de Parnamirim

 

Vereador pelo município de Parnamirim, na Grande Natal, Diogo Rodrigues (PSD) pediu afastamento do mandato na Câmara Municipal por 120 dias, alegando motivos de saúde.

Investigado por fraudes no Sistema Único de Saúde, o parlamentar usa tornozeleira eletrônica e havia retomado ao cargo legislativo no último dia 2 de agosto, após autorização da Justiça.

O vereador publicou uma nota nas redes sociais, nesta terça-feira (9). Na mensagem, ele afirma que precisa focar na saúde e fica incompatível, no momento, voltar às atividades parlamentares.

A Câmara Municipal de Parnamirim disse, por meio de sua assessoria, que foi informada da decisão do vereador e que o suplente César Maia, deverá reassumir o mandato.

Investigado

Diogo e outras sete pessoas se tornaram réus em processos que resultaram da operação Fura-fila, deflagrada pelo Ministério Público em 2020. No ano seguinte, em abril, o parlamentar foi preso em sua residência.

Ele é suspeito de encabeçar um suposto esquema de fraudes no sistema de marcação de consultas e exames do SUS. O vereador ficou preso durante nove meses e retornou às suas atividades após o encerramento do período de afastamento.

O parlamentar utiliza tornozeleira eletrônica por decisão da juíza Manoela Barbosa, da 2ª Vara de Parnamirim. O intuito da decisão é garantir que o vereador não tenha nenhum contato com as pessoas envolvidas na investigação, sejam testemunhas ou réus.

A Defesa do parlamentar, reforçou, na semana passada, que o vereador não foi condenado. Os advogados destacam que as investigações estão na fase de instrução processual para apurar as provas para que o julgamento seja feito.

Esquema

As investigações do MPRN foram iniciadas em 2019, após denúncias de servidores da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap).

Segundo o MP, a investigação descobriu que desde 2017 uma suposta organização criminosa inseria dados falsos e alterava informações no Sistema Integrado de Gerenciamento de Usuários do SUS (SIGUS) – sistema informatizado utilizado pela Sesap e por alguns municípios do Estado para regular a oferta, autorização, agendamento e controle de procedimentos ofertados pelo SUS.

Ainda segundo o MPRN, as investigações apontaram que o esquema seria encabeçado por Diogo Rodrigues da Silva, eleito vereador por Parnamirim em 2020. Ainda antes de se eleger, usando sua posição dentro da estrutura administrativa do município de Parnamirim, ele teria montado o esquema de inserção de dados falsos no SIGUS, burlando a fila do SUS.

A suspeita é que ele teria como braço-direito no esquema a própria companheira, Monikely Nunes Santos, que é funcionária de um cartório em Parnamirim. Ela também foi presa.

Deu no G1

Notícias

Lula proíbe esposa Janja de falar durante campanha

O pré-candidato petista Lula da Silva proibiu a esposa Rosângela Silva de conceder entrevistas à imprensa durante a campanha presidencial. A informação é do colunista Igor Gadelha do site Metrópoles.

Segundo o colunista, teria sido o PT que orientou a esposa de Lula a não expor suas posições, que poderiam ser exploradas pela campanha de Bolsonaro. Porém, sabe-se que ninguém no PT daria essa orientação à esposa do “dono” do partido, o que não deixa dúvida de que trata-se de uma iniciativa dele.

O “cala a boca” de Lula na esposa é um temor do petista da exposição das posições radicais de Rosângela, conhecida entre os mais próximos como Janja. Uma das principais preocupações seria a abordagem do tema do aborto, que Lula recentemente defendeu e foi criticado duramente pela sociedade.

Notícias

Advogada acusada de integrar organização criminosa é condenada a 4 anos e meio de reclusão

 

Uma advogada foi condenada a 4 anos e meio de reclusão. Segundo a decisão, ela integrava uma organização criminosa, estabelecendo a comunicação entre integrantes que estavam presos com outros, nas ruas.

A advogada tinha sido presa em 10 de junho de 2019, sendo um dos alvos da operação Emissários.

Segundo o Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), a advogada “atuava transmitindo recados, com teor criminoso, de presidiários custodiados no presídio estadual Rogério Coutinho Madruga para os demais integrantes da facção em liberdade, bem como o inverso, utilizando-se da sua atividade profissional de advogada, porém, com função diversa de patrocínio de causa processual”. A identidade da advogada não foi revelada pelo MPRN.

Na sentença condenatória, a Justiça destacou que “a integração da acusada à organização criminosa é inconteste. A partir dos diálogos captados, verifica-se claramente a associação voluntária da acusada à organização criminosa, valendo-se da sua condição de advogada para, durante as visitas aos internos, intermediar a comunicação entre os membros da organização criminosa que se encontravam privados de liberdade e os demais integrantes da organização soltos”.

Deu na Tribuna do Norte
Notícias

Nubank anuncia saída de Anitta do conselho de administração

 

O Nubank anunciou a saída de Larissa de Macedo Machado, mais conhecida pelo seu nome artístico Anitta, do conselho de administração da empresa.

A decisão vem à tona pouco mais de um ano após a cantora ter se juntado ao colegiado. Segundo a companhia, ela assumirá outra função.

Nos bastidores, é dito que o Nubank se organizou previamente para comunicar oficialmente a retirada, mas buscando preservar a imagem da funkeira.

Em nota, a startup brasileira informou que Anitta completará seu mandato no conselho na Assembleia Geral Ordinária de 2022.

Notícias

TCU condena Dallagnol, Janot e procurador por gastos com diárias e passagens na Lava Jato

 

A Segunda Câmara do Tribunal de Contas da União (TCU) condenou nesta terça-feira, 9, os ex-procuradores Rodrigo Janot e Deltan Dallagnol e o procurador João Vicente Beraldo Romão pelos pagamentos irregulares de diárias, passagens e gratificações a membros que atuaram na Operação Lava Jato, em Curitiba, no Paraná.

Segundo o ministro Bruno Dantas, relator do processo, o modelo da força-tarefa, como foi concebido e executado, “mostrou-se antieconômico e resultou em dano ao erário”.

“A prova dos autos é no sentido de atribuir responsabilidade aos responsáveis que solicitaram e aprovaram a adoção de modelo antieconômico sem a necessária fundamentação e motivação”, defendeu o ministro.

Diante do entendimento, Rodrigo Janot, Deltan Dallagnol e João Vicente Romão foram condenados a ressarcir o valor de  R$ 2.597.536,39, atualizados até abril deste ano para pouco mais de R$ 2,8 milhões. A decisão, no entanto, ainda cabe recurso.

Deu na Jovem Pan

Notícias

Hospital Walfredo Gurgel procura familiares de paciente sem identificação socorrido com sinais de espancamento em Natal

 

Um homem de aproximadamente 1,60 m de altura e 75kg, identificado apenas como José, está internado no Hospital Walfredo Gurgel. A direção busca familiares do paciente.

Ele foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU/RN), no domingo (7), sem portar documentos pessoais.

O paciente possui pele de cor negra cabelos pretos e é calvo. Ele foi encontrado pelo SAMU sinais de espancamento em frente à rodoviária de Natal na Avenida Mor Gouveia no bairro de Cidade da Esperança.

Qualquer informação que possa levar à identificação de pessoas conhecidas ou familiares do paciente devem ser repassadas ao Serviço Social do HMWG, por meio dos telefones 3232-7505/7533. O setor funciona de domingo a domingo em plantões de 24h.

Deu no G1

Notícias

Moradores de cidades em emergência por conta das chuvas no RN vão receber Auxílio Brasil nesta terça-feira

 

Os moradores das cidades que decretaram emergência no Rio Grande do Norte por conta das chuvas devem receber o Auxílio Brasil nesta quinta-feira (9). O pagamento vai ser feito pela Caixa Econômica Federal para as 15 cidades com calamidade reconhecida pelo Governo Federal.

O Governo do Rio Grande do Norte decretou situação de emergência em 15 municípios do estado por causa dos efeitos causados pelas chuvas desde o início de julho. A Defesa Civil estima que, pelo menos, 3 mil pessoas ficaram desalojadas.

Na ocasião, o Exército disponibilizou pessoal, pontes modulares, caminhões, bombas e outros equipamentos de acordo com a necessidade encontrada pelas equipes estaduais em campo.

A Caixa Econômica Federal começa a pagar nesta terça-feira (9) o Auxílio Brasil de R$ 600, o vale-gás e o benefício para caminhoneiros.

As mudanças foram implementadas após a aprovação da PEC dos Benefícios, com gastos estimados em R$ 41,25 bilhões fora do teto de gastos até o fim de 2022.

Os pagamentos do Auxílio Brasil e do vale-gás serão feitos nos dias úteis entre 9 e 22 de agosto, seguindo a ordem do dígito final do Número de Identificação Social (NIS). Os atingidos pela chuva terão prioridade.

Deu na 96 FM