Tim prova que Moraes está errado em relação a Filipe Martins

Tim prova que Moraes está errado em relação a Filipe Martins - Vista Pátria
Foto: Arthur Max/MRE

 

Dados de geolocalização do celular do ex-assessor de Jair Bolsonaro, Filipe Martins, foram enviados pela operadora Tim para o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). O documento trata do período de 30 de dezembro de 2022 a 9 de janeiro de 2023.

De acordo com o conteúdo enviado ao magistrado, Filipe estava em Brasília no dia 30 de dezembro, mesma data em que Bolsonaro viajou com sua comitiva para os Estados Unidos. Nos dias seguintes, o ex-assessor esteve nas cidades paranaenses de Curitiba e Ponta Grossa, onde ficou até 9 de janeiro.

Segundo o desembargador aposentado Sebastião Coelho, que é responsável pela defesa de Martins, o ex-assessor foi de Brasília à Curitiba de avião. Depois, pegou um carro e foi para Ponta Grossa.

A defesa espera que Moraes determine a soltura de Filipe Martins.

As informações são da Oeste.

Deixe um comentário