Sob Lula, Ministério da Saúde entrega menos de 10% das vacina da Covid prometidas para 2024

Pessoa segurando frasco da vacina da AstraZeneca (Covid-19)
Foto: RCP

 

O Ministério da Saúde do governo Lula (PT) entregou menos de 10% das vacinas atualizadas contra a Covid-19 prometidas para 2024.

O balanço é de poucas doses, com campanha em ritmo lento e público-alvo limitado. Na sexta-feira, 5, a pasta havia dito que repassou 5,7 milhões de vacinas da nova geração desde o começo de maio.

O volume compõe parte dos 12,5 milhões de imunizantes da Moderna, adaptados para a variante XBB, comprados pela pasta, mas com atrasos. Em tese, a proposta é de realizar uma distribuição de 70 milhões de doses até o fim do ano. Apesar disso, o edital para a compra complementar nem sequer foi lançado pelo ministério.

Em nota, a Saúde alega que o “novo processo de aquisição” está em “fase interna”. É dito que havia lançamento da disputa depois desta etapa.

A pasta, no entanto, não aponta prazo para finalizar a compra e entregar as novas doses. O ministério também não crava quantas unidades do modelo atualizado já foram aplicadas.

De acordo com o ministério, os dados “estarão disponíveis na RNDS (Rede Nacional de Dados) após ajuste de questões técnicas”. O número de imunizantes da Moderna entregues também estão fora dos painéis públicos do site do Ministério da Saúde.

Deu no Conexão Política

Deixe um comentário