Sebrae inicia formação de professores para educação empreendedora do RN

Foto: Divulgação/Sebrae RN

Com o objetivo de promover a educação empreendedora e preparar os jovens para o mercado de trabalho, o Sebrae no Rio Grande do Norte (Sebrae-RN), em parceria com o governo estadual, iniciou nesta terça-feira (9) a formação de técnicos e professores de educação profissional para implantar uma disciplina de empreendedorismo em 85 escolas do RN. O esforço conjunto busca desenvolver competências essenciais que contribuirão para o desenvolvimento sustentável e o crescimento econômico do estado. Participaram da atividade de abertura o diretor técnico-científico do Sebrae-RN, João Hélio Cavalcanti; o gestor do Programa de Educação Empreendedora, Everton Lucena; e a subcoordenadora de Educação Profissional da Secretaria Estadual de Educação do Rio Grande do Norte, Sayonara Rego Fontes.

A educação empreendedora é reconhecida como um pilar essencial para o desenvolvimento socioeconômico de qualquer região. No Rio Grande do Norte, essa importância se reflete nas iniciativas do Sebrae em colaboração com o governo estadual. Esse esforço conjunto busca não apenas capacitar tecnicamente os estudantes, mas também desenvolver competências empreendedoras, preparando-os para enfrentar os desafios do mercado de trabalho e impulsionar a inovação e o crescimento econômico local.

De acordo com o gestor do Programa de Educação Empreendedora do Sebrae-RN, Everton Lucena, a iniciativa busca “capacitar tecnicamente e estimular o espírito empreendedor dos jovens, preparando-os não apenas para os desafios do mercado de trabalho, mas também para serem protagonistas da transformação em suas comunidades através do empreendedorismo.”

O Sebrae, reconhecido pelas ações no apoio ao empreendedorismo, tem implementado diversos programas e ações voltados para a educação empreendedora no ensino técnico do Rio Grande do Norte.

“Esses programas são projetados para integrar a teoria e a prática, permitindo que os estudantes adquiram não só conhecimentos técnicos, mas também habilidades essenciais para o empreendedorismo, como criatividade, resiliência, capacidade de identificar oportunidades e gerenciamento de recursos”, explica Everton Lucena.

Uma das principais iniciativas nesse contexto é a inclusão de disciplinas de empreendedorismo nos currículos dos cursos técnicos. Essa integração curricular é realizada em parceria com instituições de ensino técnico, proporcionando aos alunos uma formação mais completa e alinhada com as demandas do mercado de trabalho atual. Além disso, o Sebrae oferece cursos, oficinas e palestras que complementam a formação técnica com conteúdos voltados para a criação e gestão de negócios.

Outro aspecto importante da educação empreendedora promovida pelo Sebrae-RN é a realização de eventos e competições de empreendedorismo. Essas atividades incentivam os estudantes a desenvolverem projetos inovadores e a apresentarem suas ideias em competições como feiras de ciências, mostras tecnológicas e hackathons. “Os eventos não só estimulam a criatividade e o espírito empreendedor, mas também proporcionam aos alunos a oportunidade de se conectarem com empreendedores, investidores e outros agentes do ecossistema de inovação”, enfatiza Lucena.

Parceria pela educação empreendedora

As iniciativas do Sebrae de educação empreendedora contam com o apoio do governo do estado, que, por meio de políticas públicas, incentiva a educação técnica e o empreendedorismo. Este apoio assegura os recursos necessários para que os programas do Sebrae sejam acessíveis aos estudantes. A colaboração permite a realização de projetos piloto e a expansão de programas bem-sucedidos em diversas regiões do estado, ampliando o alcance e o impacto da educação empreendedora. A proposta é expandir toda a atuação junto a rede de ensino: médio regular, técnico profissional, educação de jovens e adultos e Mulheres Mil.

Fonte: Sebrae RN

Deixe um comentário