Querem o sequestro !

Por Renato Cunha Lima
 Tem coisas impossíveis de acreditar e aceitar.  A narrativa do PT para as eleições deste ano, com o objetivo de recolocar Lula novamente na Presidência da República é a defesa da “democracia”.
Como assim defesa da democracia?  De qual “democracia” o PT e Lula falam?
Da democracia da corrupção e caixa dois? Que só serve aos companheiros, aos partidos, aos velhos políticos, as oligarquias, as corporações poderosas e nunca ao povo?
Uma “democracia” para sustentar artistas famosos as custas do erário público, enquanto os artistas novatos ficam sem oportunidades?
Uma “democracia” para encher os bolsos dos sindicalistas, enquanto trabalhadores estão desempregados?
Uma “democracia” de privilégios para as   castas poderosas, para a proteção de delinquentes e injusta para a maioria subjugada e refém da impunidade e da desesperança?
Uma “democracia” onde manda e desmanda os ministros sem votos e não os eleitos pelo povo?
Uma “democracia” onde o Estado esmaga as liberdades das pessoas,  ofendendo o bom senso dos homens e mulheres conscientes e a ignorância dos humildes?
Uma “democracia” de lobistas, da troca de favores, dos arrumadinhos, dos conchavos e do toma lá, dá cá?
Não foi para essa “democracia” de Lula e do PT que os brasileiros foram às ruas em 2013, naquela revolta dos 20 centavos e seguem nas ruas até hoje.
O povo mostrou sua descrença nos sindicatos, nas associações, nos partidos, nas instituições, nos governos,  nos parlamentos, no sistema político e no sistema de justiça brasileiro.
O povo acordou da manipulação da grande imprensa, da Globo e seus interesses espúrios através das perseguidas redes socais, que hoje querem controlar e censurar.
Essa “democracia” de Lula  sempre serviu ao sistema de poder elitista, cruel, injusto, venal, dominante e presente durante toda a história brasileira.
A boa democracia, com a etimologia correta da palavra tem o poder na mão do povo, com voz e participação popular, assim como dita o artigo primeiro da nossa sofrida Constituição.
Essa “democracia” de Lula e do PT é fake, uma peça de marketing para entorpecer inocentes e idiotas.  Só cai nela quem for besta.
Numa boa democracia, os ladrões estariam  condenados e presos e não disputando eleições na maior cara-de-pau.
Numa boa democracia os juízes seriam isentos, técnicos, serenos e guardiões da Lei.
Não se enganem, eles falam de uma “democracia” apropriada pelos próprios interesses . Lula fala em controle da mídia e os ministros do STF criminalizam opiniões e condenam críticos, enquanto dizem defender a “democracia”.
Acordem! Querem novamente sequestrar a democracia brasileira! Querem tutelar suas escolhas, a sua liberdade e o seu pensamento.
Um eleitor livre é um perigo para o sistema que nunca foi democrático. Exercite a boa democracia e não deixe ninguém falar por você, você é a voz, você é o poder.
Acredite!

 

Renato Cunha Lima é administrador de empresas, empresário e escritor

 

Deixe um comentário